Tributo à filha amada



“A branda fala da morte não nos aterroriza por nos falar da morte. Ela nos aterroriza por falar da vida.”
 (Rubem Alves)

Quando nos deparamos com a morte de um ente querido ficamos completamente paralisados e a sensação é de que jamais conseguiremos viver como antes.  Sentimos o chão se abrir e todas as nossas crenças ruírem. O mundo, que parecia um lugar seguro, já não parece mais. De fato uma perda, seja ela de que modo for sempre acarreta uma sensação de impotência e impossibilidade, ainda que momentânea, de sobrevivência.

Embora a morte faça parte do ciclo do desenvolvimento, o ser humano luta durante a vida pela ideia da imortalidade, e tenta negar qualquer possibilidade de perda das pessoas amadas. Quando a morte acontece, a sensação de dor é tão grande que temos a impressão de que tudo que está acontecendo é parte de um pesadelo e que em breve, passará. A tarefa mais difícil é constatar que o sonho é real e que é impossível fugir dele.

As pessoas que perdem alguém que amam, realizam um grande esforço para lidar com o sofrimento, para dar sentido ao acontecimento e para encarar a realidade tal como se coloca. A vivência de uma perda que afeta a vida de uma pessoa para sempre é chamada LUTO.

Autoras: Ana Lúcia Naletto e Lélia de Cássia Faleiros Oliveira

Os parágrafos acima são fragmentos de um folheto distribuído no velório, onde meu anjo foi velado. As palavras expressam aquilo que estou sentindo neste momento de dor extrema... Ainda em choque, rascunho estas linhas, pois devo esta homenagem à filha que tanto amei e cuidei. Que os anjos a embalem e que ela possa descansar na Eternidade.

Chega o dia em que a Mãe Amorosa abre a gaiola da ave do Espírito e diz:

 “É chegada a tua hora... Voa!” 

Aline Hollaender (04/07/1980 – 1º/05/2012)

Você pode até dizer que agora não tem jeito, que é grande a dor aí no peito. Pode até sentir-se como pó da terra... Mas, quero te dizer que ainda és filho meu; não pense que seu velho amigo te esqueceu. Eu posso estar calado, mas estou te vendo. É do pó que eu faço um vaso valoroso. Filha, tu és pra DEUS UM VASO PRECIOSO. POR ONDE TU ANDARES, ELE ANDARÁ CONTIGO. VOCÊ TEM QUE ENTENDER: FOI DEUS QUEM TE CHAMOU E NO MEU DIA DE BATALHA, ELE NÃO TE DEIXA SÓ, TENHA FÉ! Meus sentimentos, Kate do Vanderlei Cabelereiro.

A todos aqueles que têm enviado mensagens tão lindas quanto esta (a primeira de muitas outras); telefonemas de pesar; torpedos, visitas; e-mails; publicações nas redes sociais... Agradeço o carinho e conforto recebidos nesta hora de aflição. Aceitem todos, minha sincera gratidão!


17 comentários:

  1. querida,meus sentimentos,nestas horas nada que seja dito,nos consola,mas tenha certeza que o amor que vc dedicou a ela em vida,nao foi em vão,e ela estará pra sempre nos corações de todos que a amavam e continuaram amando.
    Pense que ela se mudou e agora está nos braços do Pai,num belo lugar com anjos ao seu redor

    God bless you e que nosso Pai Celeste esteja lje dando forças e amparo

    ResponderExcluir
  2. Meus sentimentos !
    O amor jamais acaba, jamais passa, é infinito!
    Que Maria, a mãe todos nós possa te amparar neste momento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Querida Yolanda! Eu não seria capaz de mensurar a dor que sente, uma vez que tenho uma filha que seguramente é uma luz para mim, impossível imaginar a luz se apagando. Mas que todas as outras luzes, que continuam acesas, possam iluminar e aquecer sua alma para que prossiga, em frente, guardando o carinho da saudade no coração e abrandando a dor fria da perda. Sinta-se abraçada!

    ResponderExcluir
  4. Yolanda, estou tao arrasada que nem consigo pensar... nem sei o que aconteceu com ela. Eu não sei muito da vida de meus queridos amigos blogueiros, alguns sei quantos filhos tem, tenho ideia de idade, outros já são avós. Desculpa, amiga, se não sei nada a respeito. Talvez ela estivesse doente... Eu gostaria muito de falar com voce. Este é o meu email: sissym.mascarenhas@hotmail.com, por favor, me passe seus telefones e irei lhe falar.

    Eu peço do fundo do coração a Deus e a Nossa Senhora que lhe abençoe, tornando forte e que suavize seu lindo coração.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  5. Amiga Yolanda!
    Meus sentimentos. Que Deus te conforte e te faça um exemplo de mulher cheia de forças e que encontre forças para contnuar espalhando alegrias por onde passa.
    Quero aproveitar a fala da amiga Eleana Moura para dizer: "Pense que ela se mudou e agora está nos braços do Pai,num belo lugar com anjos ao seu redor."
    Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  6. A dor, o pesar e os sentimentos de desamparo podem parecer insuportáveis. Nessas ocasiões, temos de buscar o consolo em Deus, e porisso eu peço a ELE que te dê o refrigerio para a tua casa, tua vida, tua alma.
    Fica com Deus

    ResponderExcluir
  7. não consigo imaginar e muito menos mensurar este tipo de dor...que Deus a faça tão feliz qto vc. a fez aqui na terra...um beijo e conte com suas "amigas" mesmo que a distância...Deus lhe dê forças ...

    ResponderExcluir
  8. Yolanda, já perdi muitas pessoas queridas e importantes em minha vida, e ainda assim não sei se consigo entender a dor de perder um filho.
    Peço a Deus que lhe ampare e lhe dê forças para seguir a vida na certeza de que esta separação é temporária e que no reencontro verá sua filha recoberta de felicidade e paz!
    Beijo no seu coração dolorido, que ele saiba chorar sem perder a doçura e força, por você e por ela.

    ResponderExcluir
  9. Amiga yolanda:
    Bom, estou meio que em choque. Não imaginava que ao procurar suas notícias para vir até aqui encontraria este tipo de notícia.
    Não vou tentar consolá-la porque sei que isso não adianta. Tenho três filhos e nem penso nesse assunto: perder um deles. Contudo deixo-lhe aqui minha solidariedade e carinho.
    Do pouco que a conheço já percebi que seguirá em frente como valorosa que é.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu te amo, mamãe.

    ResponderExcluir
  11. Paulo Sérgio Nevessábado, maio 19, 2012

    Força, muita força.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga que Deus esteja preenchendo teu coração neste momento difícil assim como o carinho de teus amigos reais e virtuais .Beijos Helga e família

    ResponderExcluir
  13. Hoje criei coragem para responder aos parentes e amigos que se manifestaram e me consolaram no meu momento de dor.
    A você, meu sincero agradecimento pelas palavras e carinho demonstrados nessa fase de extrema tristeza.
    Leve a certeza de que seu apoio me ajudou a ter forças para continuar...
    Restou a saudade de um anjo que me fez entender que a vida é bela, mesmo que efêmera.

    http://www.pontodopowerpoint.com/2012/05/tributo-filha-amada.html

    http://www.pontodopowerpoint.com/2012/05/o-abraco-da-leoa.html

    Meu afetuoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  14. Amiga! Existem momentos que precisamos de nos recolher para suportar a tristeza que vai em nosso coração e, não conseguimos passá-los sem a compreensão e o apoio de nossos queridos e nossos amigos.
    Fico feliz por ter levado a você um pouco do que vai em meu coração na mensagem que lhe enviei. Conheço essa dor e sei que, só as mãos de Jesus nos apara e cura, ao nosso tempo e com muito amor.
    Deixo com você um pedaçinho de meu coração e nele minha amizade,sempre que precisar. Beijo

    ResponderExcluir
  15. Amiga querida, deixei meu comentário no outro post.... e aqui deixo todo o meu sentimento de solidariedade e que a compreensão do fato, consequentemente te traga um pouco de paz e o Tempo... ah... o Tempo.. Senhor do Destino... ele é nosso amigo... e com a passar dele... espero que toda a sua dor e saudade de hoje, se tornem uma lembrança que vai confortar o seu coração.... e não te machucar tanto como agora. Beijos amiga.

    ResponderExcluir
  16. Você tantas vezes colocou em seu blog posts e palavras que serviram de consolo, trouxeram beleza ou para reflexão de muitos de nós, seus amigos virtuais. Espero que receba o carinho de todos e a presença dos que ama sirva para dar-lhe força e amparo nesta sua dor. Que Deus esteja sempre com você e lhe traga conforto. Meu carinho, beijo,Vera.

    ResponderExcluir
  17. Yolanda!

    A vida não passa de uma oportunidade de encontro
    - só depois da morte se dá a junção - os corpos apenas
    têm o abraço, as almas têm o enlace espiritual.

    "Entre aqueles que se amam
    A morte aparece em vão
    Pode plantar saudades
    Mas nunca a separação."

    Minhas condolências por seu filho que partiu fora do combinado.
    Yolanda! Que o universo mantenha o Brilho da Luz que nos permeia.

    Ary Souza – Ser Espiritual – Ser Índigo Cristal

    ResponderExcluir