O abraço da leoa

"Saudade é o revés de um parto. A saudade é arrumar um quarto para um filho que já morreu." (Pedaço de mim, Chico Buarque de Holanda)

Assim como na foto, eu protegia minha saudosa filha Aline, com zelo, cuidado, dedicação e muito amor... Uma linda moça que, como no filme Garota Interrompida, enfrentava a dificuldade de interagir numa sociedade que cobra padrões “normais” de comportamento...

Um mês da travessia de Aline para a Eternidade, ela permanece viva em minha mente e coração! Na mensagem que segue, um pouco dela: como era seu modo de ser e o que ela conquistou com muita garra e força de vontade para vencer os obstáculos da doença que a acometia - uma luta durante 16 anos superando barreiras quase que intransponíveis para manter-se equilibrada.

Mas... Não foi essa a razão que a levou. E, sim, um pós-operatório de uma cirurgia que parecia simples!? Porém, não quero aqui achar desculpas para o ocorrido – o TEMPO dela estava marcado, tão efêmero quanto uma lufada de vento no rosto... 



04.07.1980 – 01.05.2012
(30 dias passaram, desde que meu anjo alçou voo...)

O blogue Minha Vida, Meu Caminho era escrito a quatro mãos e nele tem registrado algumas passagens da história de Aline...

11 comentários:

  1. Yolanda, eu não sabia de Aline e de sua perda. Que pena por não tê-la conhecido antes. Imagino quanta saudades você deva estar sentindo dela e que só a fé e a lembrança do que ela foi podem consolá-la.
    Beijo e abraço carinhoso. Vera Alvarenga

    ResponderExcluir
  2. a saudade é forte..a lembrança também..ainda bem que vc. tem as duas coisas..são elas que vão lhe trazer força..rezo para que Deus lhe dê o que vc. merece..muito amor...

    ResponderExcluir
  3. Yolanda, a partida de um filho é tão dolorido quanto a de nossos pais. Choramos muito, sentimos falta demais..., mas um dia, cada um a seu tempo, vamos nos reconfortando. Salvem as lembranças que nos unem como ponte para a eternidade.

    Eu tenho minhas preocupações particulares quanto à minha filha, tambem cada vez mais sensibilizada psicologicamente. Tão magra... não fazem idéia. Mas sadia. Ainda. A psiquiatra me falou que tem preocupação com o futuro dela. O que ela disse, infelizmente é a assombração de meus piores sonhos.

    A minha filha nasceu perfeita, mas ela está tão perturbada graças a tanta corrupção da Justiça. Voces já conhecem minha historia, não preciso entrar em detalhes.

    Eu desabafo isso, querida amiga, porque muitas vezes pensamos assim:
    - Por que eu? Por que comigo?
    E são tantos casos parecidos.
    Eu acho que Deus coloca em nossos caminhos pessoas com afinidades, porque juntas nos tornamos uma fonte de luz e força.

    Vamos nos fortalecendo, distribuindo nosso amor fraternal.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sissym, acho que perder um filho é bem pior que perder a mãe e eu nem posso imaginar como deve ser essa dor. Perdi meus pais, mas não consigo dimensionar o que pode ser perder um filho, mas imagino que seja como a música diz: pedaço de mim, metade afastada de mim... uma saudade eterna! "A saudade é o pior castigo".
      Yolanda, nem sei o que te dizer. Sou sempre patife perante a morte. Mas quero deixar aqui o meu pesar e coração pequenininho imaginando a sua dor.
      Beijus,

      Excluir
  4. Oi, Yolanda, semana passada lembrei de você por sentir sua falta por aqui. Pensei: "a Yolanda não posta há tempos, será que está bem"? Espero que sim, na medida do possível. Não quero nem imaginar a dor que sentiu, pois tenho uma filha de 16 anos que é a minha luz. Mas admiro a força que demonstra e a capacidade de compreender os caminhos de uma pessoa sem querer culpar algo ou alguém. Que você continue sustentando essa luz que carrega em seu coração, pois boa parte dela deve ter sido doado por Aline. Um grande e apertado abraço!

    ResponderExcluir
  5. Amiga nem vou estender meu comentário... pois pouco consigo falar sobre uma dor que é só sua... nós amigos ficamos tristes, emocionados, sentimos pela sua perda... mas a dor.. ah, amiga.. está dor somente quem passa para saber o que ela faz com a gente. Eu nem consigo imaginá-la, pois somente de imaginar a sua... meu coração se aperta tanto... as lágrimas caem dos olhos.... e o meu coração se transborda de um sentimento por você.. não é de pena.. é meio indefinível... mas me sinto no seu lugar... e nem imagino como eu poderia suportar esta perda e as saudades... que agora começa a despontar. Amiga o que poso dizer é que estou sempre aqui quando quiser desabafar ou jogar conversa fora... e fico feliz que tenha aos poucos vá retornando a sua rotina, a sua vida real e virtual, pois como mencionou tem os outros filhos que precisam do sua companhia e do seu carinho. Nós também que te amamos precisamos ter sua presença...pois acredito que os amigos e a distração possam te fazer bem, te descentrar um pouco...desta dor imensa e te ajudar a tocar seu barco em frente como Deus quer e espera sempre de todos nós. Força amiga, grata por nos dar um pouco de si agora... que sei ser bem difícil. Te amo e muitos beijos carinhosos pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida
    Meu pesar e a certeza de que é a pior dor...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  7. Yolanda, nunca sei o que dizer num momento tão doído como é esse em que se perde a companhia de alguém tão amado. Mas não dizer nada, depois de nos conhecermos e termos nos tornado amigas, mesmo virtuais, seria insensibilidade... Um dia, quando sofri um aborto espontâneo, uma amiga me disse que o bebê que eu perdi tinha cumprido sua missão. Talvez ele estivesse num nível tão elevado de consciência espiritual, que só faltasse aqueles poucos meses em meu ventre para completar sua missão, então se foi, mas me ensinou a amansar o meu coração, a amar antes mesmo de tê-lo nos braços. Vai ver sua filhota também estava num patamar de espiritualidade que faltava só um pouquinho para ela alcançar o topo, e se foi. Mas deve ter ensinado muita coisa linda a você e a quem conviveu com ela...

    ResponderExcluir
  8. Oi querida.Estive distante por algum tempo e nem pude te dar um abraço ainda que virtual....O faço agora,desejando que se não superares a saudade, ao menos a use como antídoto contra a dor.Fique com Deus!!!

    ResponderExcluir
  9. Iolanda querida! Que Deus te abençoe e ilumine cada vez mais! No início de minha postagem há um selo pelo dia do amigo!
    Por favor aceite-o! É de coração!
    Feliz Dia do Amigo (meio atrasadinho)!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Yoyo, minha terna amiga!!!!
    Escrevo-te em prantos,pois não sabia da sua amada filha.
    Não há palavras. Fica aqui meu silêncio sentido a tocar-lhe o coração.

    Abraços e meu carinho

    ResponderExcluir