Muito mais que Ilusão de Ótica

Victor Molev
O artista plástico russo Victor Molev formou-se em Arquitetura em 1976. Ele imigrou para Israel em 1990 e tornou-se um membro da associação de artistas e escultores daquele país. Ele é um artista gráfico e pintor. Participou de várias exposições na Rússia, Israel e Europa. Seus trabalhos podem ser encontrados em coleções particulares em toda a Europa, Estados Unidos, Canadá e Israel. Atualmente ele vive em Richmond Hill, Ontário, CA.

Molev criou sua própria linguagem artística de símbolos, sinais e efeitos criativos, o que faz seu trabalho único e peculiar. Ele ilustra personalidades muito conhecidas e brinca com elas dando um duplo sentido às imagens e caprichando na ilusão de ótica. Aprecie!

Formatação: Kapitán József
Fundo Musical: Petit Fleur, de Sidney Bechet, Instrumental

Arte similar em apresentações que publiquei anteriormente:



Metamorfose de Octavio Campo - com estilo único de criar, este artista mexicano também tem um trabalho de impressionante qualidade e grande quantidade de detalhes que compõem cada uma de suas obras, justapondo distintas imagens em uma só.




Arte na Rua, do inglês Julian Beever, que cria desenhos tridimensionais usando giz como material e utilizando-se da técnica de projeção conhecida como anamorfose.

10 comentários:

  1. Oi Yolanda, não conhecia o trabalho desse artista...realmente, bem interessante...abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço a presença, Ana Lucia. Como você, também não conhecia. O mundo da arte é espetacular, pois criatividade é o que não falta...
      Meu afetuoso abraço,
      Yolanda

      Excluir
  2. Gostei bastante de navegar pelo seu cantinho, onde a perspectiva das coisas está sempre em causa.

    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações, AC! Agradeço a visita a este meu singelo espaço e o carinho das palavras.
      Fico feliz que eu possa oferecer algo de bom ao meus visitantes.
      Um forte abraço,
      Yolanda

      Excluir
  3. Ele é impressionante. Pensar que está vendo um rosto de uma pessoa famosa que na verdade é composta de outros elementos, puxa... é arte!

    BEIJOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sissy! Achei formidável o trabalho desse artista! Interessante a ilusão de ótica que ele consegue compor...
      Meu carinhoso abraço,
      Yolanda

      Excluir
  4. Oi, Yolanda, acho que observar a arte transporta o cérebro para algum paraíso escondido no cérebro e conseguimos esquecer um pouco a dura realidade do dia a dia. Muito criativo! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo prestígio, Bia! Nossa mente é muito criativa, de fato.
      Victor Molev consegue passar para a tela o inimaginável... Também gostei muito dos trabalhos dele.
      Um grande abraço,
      Yolanda

      Excluir
  5. Gostei do slide com os trabalhos do artista. O Artista como criador, deve criar a sua própria arte - Arte livre porque a alma do artista tem que ser livre!!
    Yolanda, fiz um comentário no seu post de participação do bookcrossing blogueiro... só agora pude vir, desculpa!
    Ah, você me inspirou o post de hoje no "Luz" :) Peguei o gancho e fui!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luma. Que alegria receber seu comentário neste meu espaço!
      Gostei da definição de arte livre: "A alma do artista tem que ser livre!". E, assim sendo, a gente acaba se deparando com trabalhos espetaculares com os de Molev.
      Fico satisfeita que esta publicação pode ser fonte de inspiração para sua próxima postagem. Farei uma visita em breve.
      Quanto ao Book Crossing, adorei participar!
      Meu afetuoso abraço,
      Yolanda

      Excluir