Como capturar porcos selvagens






“Um dia, os porcos selvagens representaram a indignação dos justos e o grito de liberdade.”






A Coletânea dos 100 trabalhos, selecionados no Concurso de Redação para Universitários (promovidos pela Editora Folha Dirigida e UNESCO), cujo tema foi “Como vencer a Pobreza e a Desigualdade”, expressa o pensamento da juventude universitária brasileira. O tema está inserido nas principais questões que desafiam o nosso tempo, e que foram sintetizadas nos oito Objetivos para o Desenvolvimento do Milênio, aprovados no ano 2000 por 189 países, entre eles o Brasil. Uma das metas mais importantes desse pacto é a eliminação da extrema pobreza e da fome existente no planeta até o ano de 2015. Aqui fica minha pergunta: Será possível?

São textos dignos de reflexão. Oxalá nossos governantes tivessem interesse nessa rica leitura, porque acesso eles têm, o que falta é boa vontade!

De todas as redações, optei por destacar alguns fragmentos. Vale a leitura na íntegra!

Pátria Madrasta Vil, de Clarice Zeitel: “É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado...”

Repensar a escolha certa, de Adaílton Nunes Rocha: “Este é o momento de escolhermos a igualdade, o sonho, a partilha. É também o momento de renunciarmos à miséria, à desigualdade e ao egoísmo.”

Arquétipo, de Ana Maria Amorim Correia: “Onde enterraram nossos valores? Fincam os pêsames em nossas esperanças. A falta que não se enche de signos, palavras, tons.”

A desigualdade de gênero, de Andréia Costa Souza: “Um sistema educacional eficiente não pode se limitar a lições simplistas, que apenas dizem: não seja! Mas transparente e preparado para dizer por que somos e nos tornamos.”

Vida desigual. Vida Pobre, por Ariani Caetano Parpaiola: “Mas a justiça é feita por homens. Não por Deus. E os homens são desiguais. E pobres. Pobres de ideias...”

Na apresentação abaixo, um exemplo interessante de como tirar a liberdade pela servidão..

Melhor visualização na tela cheia (full screen)
Formatação: Elio Fernandes
Fundo musical: Illumination, White Stones, Secret Garden

2 comentários:

  1. Puxa, fiquei de queixo caído com esta história dos porcos!
    Não é que é assim mesmo?
    Adorei esta frase: “Um sistema educacional eficiente não pode se limitar a lições simplistas, que apenas dizem: não seja! Mas transparente e preparado para dizer por que somos e nos tornamos.”
    Aluna inteligente e perspicaz essa. Infelizmente essa consciência não é do agrado de governantes, seja de que país for...
    Bom ,mas vamos continuar contribuindo para expandir consciências porque se não o fizermos, será pior.
    Muito boa sua página de reflexão.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Agradeço o prestígio da visita, amiga Atena. Seus comentários sempre enriquecem este espaço.
    Concordo com você quando diz que devemos continuar contribuindo para conscientizar pessoas, mesmo que sejam poucas. É bem como a fábula do pássaro tentando apagar o fogo na floresta. Se cada um de nós fizer sua parte, o incêndio se extingue...
    Meu forte abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir