Somos todos mutantes


"Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos.” (Shakespeare)

Com o título “Abra seu Coração ou um Cardiologista o fará por você”, a blogueira Lucy do Amor  e Paz sem Fronteiras publicou um bom artigo, dando sua visão sobre o texto Mutantes, escrito pelo médico e pensador Deepak Chopra.

O médico indiano aborda que somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos. Lucy associa esta afirmativa à vida em si e também à Paz no Mundo:

“... o Poder do Pensamento é capaz de criar, sim, qualquer coisa, atrair o que quer que seja material ou não, inclusive contribuir à manutenção da saúde (ou limitações) e à nossa cura interna e externa (ou criar as doenças que nos afligem). E, portanto, da mesma forma, o Mundo em que vivemos atualmente, acreditem ou não, também está doente e é exatamente o reflexo de nossos PENSAMENTOS, SENTIMENTOS E AÇÕES.” 

Você quer saber como está seu corpo hoje? Quer saber como estará seu corpo amanhã? Veja as respostas de Deepak Chopra no texto que você encontra nesta ótima apresentação.

Melhor visualização na tela inteira (full screen)
Rolagem manual dos slides
Formatação: Yahoo Grupos, Coleciono Slide PPS
Fundo Musical: Perhaps Love, Richard Clayderman
PPS enviado pela amiga Meiri Bello

Garimpando sobre Shakespeare, encontrei a postagem de Arlei Rockenbach, do Polifanias, que disserta sobre a frase que o personagem Prospero diz na peça “A Tempestade”, de Shakespeare. Vale a leitura!

7 comentários:

  1. Gostei Yolanda, na verdade o Ponto do Power Point é de puro Bom Gosto.
    Depaak Chopra é fantastico, grato pela partilha, grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Levy, obrigada pelo carinho das palavras!
    Com minha dedicação ao blogue, tenho aprendido muito com os bons autores dos textos que são formatados.
    E uma grande alegria é poder levar algo de bom a amigos como você.
    Um forte abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  3. Tanto assim, amiga Yolanda, quando estamos plenos, felizes, parecemos mais joviais! E quando tensos, tristes, decepcionados, mais envelhecidos. Eu vi um trabalho fotografico que acompanhou 4 irmas por mais de 30 anos, mostrando a cada ano as mudanças. Era interessante que a medida que envelheciam, as vezes uma estava com a fisionomia pior e no ano seguinte, nossa..., parecia ter rejuvenescido.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, amiga Sissy! Deve ser bem curioso o trabalho resgistrado sobre as irmãs, ao longo de uma vida, registrando a fisionomia aparente.
    Tem razão, acontece conosco, dependendo do estado de espírito: quando estamos bem a aparência rejuvenesce...
    Um afetuoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  5. Maravilhosa matéria. Yolanda, é claro que a maneira de vermos o mundo modifica nossa aparência. Estou divulgando geral sua matéria...

    ResponderExcluir
  6. Fico muito contente com sua agradável surpresa, Profex.
    Tem razão, quando diz que a maneira de vermos o mundo modifica a aparência. Por isso, é importante que absorvamos o que há de mais belo nesta vida terrena...
    Obrigada pelo prestígio.
    Meu abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  7. Olá minha querida Yolanda!

    Há tempos que estava para vir aqui deixar um carinho, e prestigiar seu trabalho lindo tb aqui;)
    Muito obrigada por sua presença lá em Amor e Paz Sem Fronteiras, pelas palavras generosas e por citar o blog em seu artigo.
    Parabéns pelo blog tão rico, minha querida.
    Beijo grande em seu coração direto do meu viu :) _/\_

    ResponderExcluir