Giethoorn, a cidade sem ruas


Giethoorn é uma cidadezinha do nordeste da Holanda que não tem ruas! Em lugar delas, tem canais, como se fosse Veneza, e o transporte se faz por meio de pequenos barcos. No inverno, a população anda de patins nos canais...

Descobrindo a Veneza holandesa, é assim que o site Brasileiros na Holanda descreve o pequeno vilarejo. Com sete quilômetros de comprimento, Gietroorn possui 2,5 mil habitantes e a formação de musgo é a principal característica de sua paisagem.

As casas são rústicas, a cidade inteira parece ser feita de casinhas dos contos de fada à beira d'água: casas, fazendas e outras construções antigas formam, junto com as pontes de madeira, uma imagem de sonho, diante de quem está acostumado a arranha-céus e arquiteturas modernas.

Ali o tempo parece ter parado aos olhos do visitante. Porém, o valor do metro quadrado local pode chegar a 800 mil euros por uma casa com telhado de sapé. 

Durante a primavera e o verão, a profusão de flores ajuda a compor uma imagem tão romântica como numa pintura, e a palavra de ordem é tranquilidade.

Formatação: Willy
Fundo musical: O mio babbino caro, Zamphir 

No link abaixo, um vídeo de uma família passeando em Gietroorn. As imagens falam por si...


8 comentários:

  1. Yolanda, quando eu estive na Alemanha e passeei por cidades no interior... afff... eu estive em cada lugar tão encantador que mal podia acreditar!

    Eu não conheço a Holanda, mas eu sei por amigos e parentes que é um lugar encantador. Este então...

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Yolanda, sua resposta me fez recordar tambem, numa Autoban vi campos de mostarda. Que lindo!

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Fadinha Sissy,
    Tenho um pé na Europa e amo aquela região!
    Há anos, conheci os campos à beira da estrada na Holanda, embora fosse inverno, ao longe os moinhos sempre presentes.
    Amsterdã é uma graça, com aqueles barcos-casa à beira do canal. Prédios baixos, muito parecidos uns com os outros e muitas bicicletas.
    Mas, eu também não conheci o vilarejo em Gietrhoorn.
    Obrigada pelo prestígio!
    Meu carinho,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  4. Ah... Minha amiga, as AutoBan parecem verdadeiros carpetes de veludo... Viajei cinco mil quilômetros (em 1995) de Bruxelas a Viena... Foi uma viagem muito linda...
    Obrigada mais uma vez pelo carinho.
    Beijos,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  5. Que ótimo, Alê!
    Fico satisfeita quando posso deixar algo de bom para meus visitantes.
    Obrigada pelo carinho e prestígio.
    Meu abraço afetuoso,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  6. Olá Yolanda,
    eu me senti como se estivesse fazendo um bucólico passeio pelos canais de uma cidade de contos de fada, acompanhada de uma simpática família. Bateu uma fominha na hora do prato com 3 ovos... Ver aquelas casas dá impressão que vai sair um personagem de histórias da corochinha...
    Obrigada, querida, foi como se eu estivesse de passagem pelos locais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Quanto custam essas casas? Gostaria muito que me respondesse. Obrigada!

    ResponderExcluir