A espetacular beleza do Cisne


Sempre que vejo cisnes, lembro-me da história do patinho feio, que sofreu muito até que um belo dia cresceu e descobriu a verdade sobre si próprio: ele não era um pato feio e diferente dos outros, era na verdade um lindo cisne. Desde então, todos passaram a admirá-lo e a se curvar diante de sua beleza.

Outra referência sobre cisnes é o filme O Cisne Negro: Nina é a bailarina principal do Balé da Cidade de Nova Iorque, e vê-se numa teia de intriga competitiva com uma bailarina que acaba de chegar à Companhia. Uma viagem excitante e por vezes aterradora através da psiquê de uma jovem bailarina cujo papel de Rainha dos Cisnes resulta num desempenho para o qual ela se torna assustadoramente perfeita. 

Ambas as citações têm caráter psicológico e pedagógico. Na primeira, é um estímulo para que ninguém se sinta feio, pois a beleza desponta no momento certo. Na segunda, é um alerta à obsessão em busca da perfeição – todos nós somos vulneráveis...

Aprecie as belas fotos destas aves exuberantes que, entrelaçadas, representam o amor eterno!



Formatação original: Tamy - Versão adaptada (procurando autoria)
Fundo Musical: Forever in Love, instrumental
PPS enviado pela amiga Nadia

9 comentários:

  1. Verdade ver cisnes é relembrar da histórinha do patino feio, de fato a beleza deles é espetacular.

    ResponderExcluir
  2. Agradeço a visita, Lenildo! Todos nós temos a fase do "patinho feio", até descobrirmos nossa real beleza interior...
    Meu abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  3. Olá querida Yolanda!
    Sempre digo aqui em casa que todos devem dar oportunidade para que o cisne que há em cada um se mostre! Muitas vezes nos consideramos tão diferentes dos outros, às vezes até nos depreciamos, porém, quando permitimos que a beleza e exuberância surjam, entendemos que somos todos especiais e belos! Assim como o patinho que se descobriu um lindo cisne, temos o nosso tempo, por isso é importante estarmos atentos! Ontem, coincidentemente, assisti o filme O cisne Negro! Um filme imperdível e que mostra, através da dança e música, o grande duelo que as pessoas travam consigo mesmas, beirando às vezes à loucura e mergulhando em seu próprio inferno na busca pela perfeição e notoriedade!
    Grand beijo, querida!
    Jackie

    ResponderExcluir
  4. Amiga escritora Jackie, muito bom ter sua visita neste meu singelo espaço.
    Para mim todos são belos... A beleza interior é invisível, contudo é a que mais me cativa...
    Natalie Portman está exuberante no filme O Cisne Negro, e olha que no início da carreira ela era tão magrinha e desengonçada... Revelou-se com sua atuação impecável e mereceu o prêmio de melhor atriz (aliás, estava linda grávida na entrega do Oscar).
    O filme é forte e impacatante, e retrata os conflitos que muitas vezes nos dominam... Gostei muito!
    Meu carinho,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  5. olá,
    Convido você a participar do novo agregador de links www.surpriselink.com, o agregador mais diferente dos que você já viu...

    ResponderExcluir
  6. Assisti uma versão do patinho feio em desenho, muito legal, onde o patinho (que na verdade era um cisne) tem como melhor amigo e companheiro na jornada que o transformaria em um lindo cisne, um rato, muito divertido!
    As fotos são realmente muito lindas, parabéns mais uma vez e grande e fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  7. Agradeço o prestígio da visita, meu bom amigo Paulo, Cidadão Araçatuba.
    As adaptações que fazem das histórias infantis costumam ser divertidas...
    Eu era fascinada por contos...
    Meu forte abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  8. Yolanda,

    Uma vez, fazendo um passeio de barco num lago da Alemanha, fiquei doida ao ver tantos patos e principalmente cisnes! E tinha uma mamae cisne com seus filhotinhos. Eles chegaram muito perto para ganharem pao. Eu fiquei doida, minha mãe me seguro pela cintura da calça, por pouco não fui "nadar" ao lado deles! rssss

    ResponderExcluir
  9. Olá, Sissy!
    Ah... imagino a cena com você tentando se aproximar dos cisnes!
    São belos, de fato. É irresistível a vontade de pegá-los e acarinhá-los...
    Agradeço o carinho da visita, fadinha do bem!
    Abraços,
    Yolanda

    ResponderExcluir