Algo pequenino


Sempre quando vejo um bebê, ou uma criança pequena, me encanto só de observar... Meus olhos brilham, um sorriso nos lábios inebria minha expressão e minha alma fica mais leve... O mesmo se dá com os animais – fico fascinada pela docilidade da expressão facial e pelos movimentos suaves e graciosos. Inevitável não sorrir...



Nesta apresentação, além de bonitas imagens de criaturas pequeninas, acompanha a canção interpretada por Daniel Diges García, ator e cantor espanhol, que representou a Espanha no Festival Eurovisão da Canção 2010, em Oslo, Noruega, com a música Algo Pequeñito, conseguindo o 15º lugar, a melhor colocação do país nos últimos seis anos. 

9 comentários:

  1. Olá minha querida Yolanda,
    Nós temos muitas preocupações na vida, não é? Então, assim como você, gosto de enxergar situações que me tragam mais suavidade e leveza.
    Às vezes, quando estou tensa e não tenho o que contemplar, mentalmente eu visualizo cenas e imagens, e é curioso como imediatamente a expressão facial muda, a tensão dá lugar ao sorriso.
    Obrigada pelo post! Adorei a música!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Eu é que agradeço as palavras, amiga Cleide. Tem mesmo a ver com estado de espírito a escolha de temas mais descontraídos...
    Na correria do dia, deparei-me com cãezinhos na rua,e eles me inspiraram para publicar esta apresentação. Ainda mais sendo uma sexta-feira...
    Meu carinho,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  3. Olá querida Yolanda!
    Gostei muito das imagens e da música. Algo pequenino, para mim, faz perceber que tudo começa belo e frágil e que vai sofrendo influências do tempo para continuar belo; forte, mas sem perder a fragilidade... Alguns seres, infelizmente, continuam pequenos pelo resto da vida...
    Parabéns pela bela postagem!
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelas palavras, amiga escritora Jackie!
    Como dizia Che Guevara:
    "Hay que endurecer-se. Pero sin perder la ternura jamás".
    A grandeza sempre estará no espírito e nas atitudes daqueles que são puros de coração...
    Meu carinhoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  5. Olá Yolanda!

    Que linda mensagem! A beleza da vida e sua essência, tudo começa até que determinado tempo se entende e percebe que toda beleza é a que se carrega a cada momento diante das adversidades da vida, é nos momentos mais difíceis que se faz a necessidade que nos cabe perceber a beleza do nosso próprio crescimento que se faz assim, puro e singelo, fortalecendo e desenvolvendo nossas habilidades e atitudes diante da vida, na construção do Amor em si mesmo! É exatamente esse o encantamento que desabrocha quando permitimos o avanço da nossa Alma envoltos as lições apresentadas na forma humana! Obrigada por compartilhar!

    Um abraço,
    "Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

    ResponderExcluir
  6. Yolanda, tem razão, filhotes são sempre fofinhos. É uma delícia pegar um cãozinho ou gatinho nas mãos. Segurar um bebê humano é ainda mais doce.
    Adorei as imagens das criaturas pequeninas.
    Bjs
    Telma

    ResponderExcluir
  7. Amiga Vera Luz, sempre é uma dádiva ter seu comentário por aqui.
    Muitas vezes perdemos a essência, e ficamos no verniz...
    É reconfortante a docilidade e ternura de pequeninos para que perecebamos o quão linda é a Criação...
    Meu carinhoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  8. Alegra-me que tenha gostado desta postagem, amiga Telma.
    Filhotes são colírio para os olhos... E um bálsamo para a alma...
    Meu carinhoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  9. Aw, this was a really nice post. In idea I would like to put in writing like this additionally - taking time and actual effort to make a very good article… but what can I say… I procrastinate alot and by no means seem to get something done.

    ResponderExcluir