O medo causado pela inteligência


Em breve, estaremos marcando presença “obrigatória” nas urnas e escolhendo nossos representantes, dentre os apresentados por um grupo seleto que visa seus próprios interesses. Vivemos numa democracia?

Esta apresentação traz um bom texto para reflexão em época de eleições. Os inteligentes ofuscam os obstinados na conquista de posições. E, se os inteligentes brilham, que Deus os proteja dos medíocres!

Há tantos burros mandando em homens de inteligência que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência”.
(Verso de Quadras, por António Aleixo, poeta português)

Melhor visualização na tela inteira (full screen). Clique Play e a letra "F" no teclado.

Formatação: P. Luiz Carlos
Fundo musical: Heaven on Earth, instrumental

Abaixo, fragmento do discurso de posse de John F. Kennedy, em janeiro de 1961. Objeto de estudo num curso que participei sobre Análise de Discurso.

Observamos hoje não a vitória de um partido, mas a celebração da liberdade simbolizando um fim, assim como um início significando renovação, assim como mudança”.

Leia o Poema Quadras, de António Aleixo no blog Alma de Poeta:
http://almadepoeta.blogspot.com.br/2004/05/antnio-aleixo-quadras.html

2 comentários:

  1. Até no Brasil, o nosso conterrâneo António Aleixo ficou conhecido, pelas verdades enunciadas em verso! Eu sou da terra desse poeta popular!
    Bravo, Yolanda! Adorei! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maria Manuela! Agradeço sua visita e comentário.
      Ainda acredito num Brasil melhor, com mais oportunidades e menos pessoas pensando em si mesmas... Tenho projetos, em breve, de conhecer a terra de Camões, Fernando Pessoa e, claro, António Aleixo! Meu abraço,

      Excluir