Infância & Televisão

Melhor visualização na tela inteira (full screen)

Mensagem para reflexão, destinada à leitura numa hora sem pressa... Esta é a frase que acompanha o e-mail do formatador, sempre que envia seus trabalhos. Vale a recomendação, porque o tema abordado nesta apresentação é para todos aqueles que se preocupam com a Infância e com os caminhos da Educação.

“As nações desenvolvidas cuidam da infância porque são desenvolvidas, ou vieram a se tornar desenvolvidas porque em algum momento de sua trajetória histórica resolveram priorizar a educação e a infância?”

Fundo musical: Felicidade, instrumental

2 comentários:

  1. Raizes e Asas: gostei disso! Realmente a criança, nos primeiros anos, tem como porta de entrada da mente o olhar, elas captam e podem ser influenciadas. Além das propagandas indevidas, muitos programas são nocivos. Eu procuro ficar atenta ao que minha filha está vendo. Só que algumas vezes escapa. Quando não considero seguro, eu vou logo mudando o canal, mudando o rumo, vamos brincar, vamos ler... etc.

    Simone

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz em saber que você é uma das poucas pessoas conscientes em selecionar o que deve ser visto pela sua filha, Simone.
    Meus filhos, hoje já adultos, pouco se interessavam pela TV quando pequenos, porque sempre substituí por jogos lúdicos e controlei o conteúdo televisivo. Acredito que com essa atitude contribuí para o equilíbrio emocional deles.
    Meu afetuoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir