Sapatos Sujos


Mia Couto, escritor moçambicano, durante seu discurso na abertura do ano letivo no Instituto Superior de Ciência e Tecnologia de Moçambique (ISCTEM) fez uma oração de sapiência, onde o trecho intitulado “Os sete sapatos sujos” é uma excelente lição de vida.

“À porta da modernidade precisamos de nos descalçar. É por isso que vale a pena aceitarmos descalçar não só os sete, mas todos os sapatos que atrasam a nossa marcha coletiva. Porque a verdade é uma: antes vale andar descalço do que tropeçar com os sapatos dos outros.”

Gravuras: Neves e Sousa
Fundo musical: Muxima, Duo Ouro Negro
Formatação: kotodianguako.blogspot.com

10 comentários:

  1. Yolanda,lindo vídeo.Texto impecável;me encantei com a descrição dos sete sapatos:1-a ideia que os culpados são sempre os outros;2-a ideia de que o sucesso não nasce do trabalho,3-preconceito de que quem critica é um inimigo,4-a ideia de que mudar as palavras muda a realidade,5-a vergonha de ser pobre e cultuar as aparências,6- a passividade diante da injustiça e 7-a ideia de que para sermos modernos temos que imitar os outros.Parabéns minha querida.Adorei.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz que tenha gostado, Cecília. De fato, viver em harmonia é mais simples do que parece.
    Meu carinhoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  3. cacaumamorim escreveu today at 9:38 AM
    Lindo vídeo, belas imagens e Mia Couto dispensa comentários.
    Adorei.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  4. Perfeito. As pessoas, na defensiva, não aceitam criticas. Acontecem que as criticas são normalmente construtivas, mesmo que nao concorde com ela deverá pensar sobre as palavras ditas, não podemos melhorar sendo intolerantes.

    ResponderExcluir
  5. Aquilo a que chamamos felicidade consiste na harmonia e na serenidade, na consciência de uma finalidade, numa orientação positiva, convencida e decidida do espírito, ou seja na paz da alma.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  6. Yolanda Hollaender,
    gostei demais deste texto do Mia Couto. Tanto gostei de tua escolha, que virei seguidor do teu blog,
    Abraços,
    Eduardo Buys
    (cheguei aquí via diHITT)

    ResponderExcluir
  7. A paz da alma que você descreve, Principe, é um caminho muito lindo...
    Obrigada pelo prestígio!
    Abraços,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  8. Amigo Eduardo, que alegria tê-lo como visitante e seguidor. Fico feliz que tenha gostado desta minha postagem.
    Meu abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  9. Yolanda,
    Raramente encontro um blog com conteúdo como este. Você está de parabéns. É de pessoas assim, que têm o que passar, que eu gosto na Internet.
    Parabéns. Seu blog está perfeito.
    albano

    ResponderExcluir
  10. Fico lisonjeada com seu comentário, Albano. Minha inspiração vem das várias apresentações e textos que recebo de contatos, e que compartilho neste espaço.
    Abraços,
    Yolanda

    ResponderExcluir