Deus, como te amo...

Amor em preto e branco, esta cena é inesquecivel! Volte no tempo para se emocionar com um trecho deste clássico de uma época dourada...

Dio come ti amo é um filme hispano-italiano, dirigido por Miguel Iglesias. Gigliola Cinquetti era a atriz principal, destacando-se também a música homônima, vencedora do Festival de San Reno em 1966.

O filme traz a emoção de algo esplêndido e puro, um amor verdadeiro, uma época de inocência. Conta a história de uma bela jovem de família pobre que se apaixona pelo noivo rico de sua melhor amiga. Emocionados com a paixão da moça, seus familiares a fazem se passar por uma princesa para que ela possa viver este romance impossível.

Letra e música:

5 comentários:

  1. Gosto muito dessa música.

    A melodia é muito bonita.

    Um abraço.

    Drauzio Milagres

    ResponderExcluir
  2. Yolanda, bom dia!
    Eu conhecia a música, mas nem sabia que era um filme, também não imaginava que era de 66, pois quando era pequeno ouvia essa música seguidamente.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela visita, Luciano e Drauzio.

    A música é mesmo um ícone do romantismo nos anos 60. Quando pesquisei a respeito, o que eu não lembrava era que a atriz é a própria intérprete da canção vencedora do Festival de San Remo.

    Meu afetuoso abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  4. só de ler a breve sinopse já me causou arrepios de emoçao.
    vou querer ver esse filme.
    abçs

    ResponderExcluir
  5. Yolanda,um dia desses estava conversando com um amigo daqui,sobre músicas italianas e esta foi citada por ele,pois é tema do filme "Candelabro italiano",um super filme para os românticos à moda antiga,essa cena do encontro é muito marcante.A música é linda demais, e na voz da Gigliola Cinquetti, é inesquecível,também adoro "No Ho L'eta";posta também um dia desses para a gente recordar.Minha mãe me ensinou amar essas coisas maravilhosas,pois ela sempre ouvia.
    Bjos

    ResponderExcluir