O que eu não quero

Melhor visualização na tela inteira (full screen)

Nesta apresentação, Mario Quintana fala do amor desinteressado e incondicional, do ser insubstituível em algum momento na vida de alguém, da esperança, da liberdade de expressão. Sublima que a vida é bela e que vale a pena se doar às amizades.

“Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim... Nem que eu faça a falta que elas me fazem. O importante para mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível... E que esse momento será inesquecível...”

Formatação: Bety
Fundo musical: Unbelievably Yours, Ernesto Còrtazar

0 comentários. Para comentar clique aqui.:

Postar um comentário