Efêmero

Melhor visualização na tela inteira (full screen)


Formatação: Beth Norling (Texto de Letícia Thompson)
Música: Just for you, Ernesto Cortàzar

A vida é tão curta, que só percebemos isto quando olhamos para trás e nos damos conta do tempo gasto com coisas de menor valor, do que com a preocupação de aproveitar as oportunidades de ser e fazer outros felizes.

Os dias se passam e continuamos iguais, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos dos outros, da vida e de nós mesmos. Ao invés de nos compararmos com os que têm muito, talvez um ótimo exercício seja tentar a comparação com aqueles que têm menos...

0 comentários. Para comentar clique aqui.:

Postar um comentário