Shalom


Em setembro de 2006, Kofi Annan afirmou:

“Há vinte e cinco anos, a Assembleia Geral da ONU proclamou o Dia Internacional da Paz como um dia de cessar-fogo e de não violência em todo o mundo. Desde então, a ONU tem celebrado este dia, cuja finalidade não é apenas que as pessoas pensem na paz, mas sim que façam também algo a favor da paz”.

Diante dos conflitos que afetam as nações, deixando, a cada dia, mergulhados na dor a muitos, vítimas da violência injusta e devastadora, nos perguntamos com frequência: Que podemos fazer para que haja paz? Como influir sobre quem tem em suas mãos o governo das nações para que promovam a harmonia entre as pessoas e os povos? Que podemos fazer como comunidade ou grupo para construir a paz? Qual pode ser meu compromisso pessoal? Estas são algumas das interrogações que estão motivando nossa oração no dia de hoje. Precisamos pedir a Deus que nos conceda o dom da paz, com a certeza de que orar pela paz implica construí-la em nosso cotidiano. 
(fragmento extraído do site Justice & Peace)

Melhor visualização na tela inteira (full screen)
Formatação: Procurando autoria

0 comentários. Para comentar clique aqui.:

Postar um comentário