O homem mais feliz

Melhor visualização na tela inteira (full screen)

Formatação e adaptação: Mônica Martinsyyt

Desapegado a bens materiais, vida sexual, popularidade e competição profissional, Matthieu Ricard é o homem mais feliz do mundo, segundo um recente experimento científico. Esse resultado foi alcançado através da Plasticidade Mental, que é a capacidade humana de modificar fisicamente o cérebro por meio dos pensamentos que se escolhe ter.

No seu livro “Felicidade – A prática do bem-estar”, o monge tibetano Matthieu Ricard, explica passo a passo, como nossas sociedades ocidentais em geral encaram as emoções negativas, que geram tanto mal estar - ódio, raiva, inveja, ciúme - e de que forma treinar a mente para neutralizá-las. Melhor ainda, de que forma praticar a meditação e a postura mental para sentir amor por todos em volta e um contentamento sereno permeando todos os momentos da vida. A proposta, basicamente, é a de que a mente pode ser treinada.

Viver as experiências que a vida nos oferece é obrigatório; sofrer com elas ou desfrutá-las é opcional.”

0 comentários. Para comentar clique aqui.:

Postar um comentário