Inverno na Finlândia

Melhor visualização na tela inteira (full screen)
Música: May it be, Enya

A Finlândia não tem muitos recursos naturais. O hino nacional já diz: ...somos um país pobre, que não tem ouro. O recurso que temos é o nosso povo. Assim, investimos no nosso povo.

Toda pessoa tem de receber formação, educação, para ir tão longe quanto a sua capacidade permitir. Não é suficiente que uma sociedade possua algumas pessoas muito capacitadas. Toda a sociedade tem de ter a possibilidade de formação durante toda a vida. Não basta que uma criança pobre receba alguma formação quando pequena. Ela tem de poder estudar o quanto quiser. E a Finlândia tem sido um dos países mais competitivos nas estatísticas internacionais com só cinco milhões de habitantes. Imagine o que fariam com 190 milhões.

A Finlândia possui uma economia de mercado altamente industrializada, com produção per capita maior que a do Reino Unido, França, Alemanha e Itália. O padrão de vida finlandês é elevado. O setor chave de sua economia é a indústria - principalmente madeireira, metalurgia, engenharia, telecomunicações (destaque para a Nokia) e produtos eletrônicos.

“Um povo educado elegerá dirigentes honestos e competentes. Estes escolherão os melhores assessores. Um povo educado não tolera corrupção”. (Desconheço o autor)

5 comentários:

  1. Lindo! Um trabalho realizado com arte. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Agradeço você, amigo anônimo, pela visita. Os créditos são todos do formatador deste PPS, que teve o bom gosto na escolha de fotos e fundo musical.
    Meu abraço,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Imagens maravilhosas! São um verdadeiro colírio para os nossos olhos...
    E a canção da Enya, nos traz muito alento espiritual.
    Muito agradecido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço a presença, Jaffizinho.
      Música e imagens são um bálsamo, realmente!
      E saber que um país tão pequeno e tão frio tem uma das melhores rendas per capita existentes no mundo... Vale refletir a respeito.
      Meu abraço,
      Yolanda

      Excluir