Metade


Lindo poema de Oswaldo Montenegro, declamado por ele mesmo. Trata do sentimento facetado nas várias situações que se apresentam, onde a única certeza é o amor.

"Metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço".

0 comentários. Para comentar clique aqui.:

Postar um comentário